TIM espaço mulher

Menu

Lifestyle

A vida não é só pagar boletos

Foto: Shutterstock

“Tempo, tempo, tempo, tempo. Entro num acordo contigo.” Já dizia a música da cantora Maria Gadú. Casa, trabalho, família, compromissos, hora marcada e pouco tempo para o inesperado. Você já se deu conta de como hoje em dia muitas vezes vivemos no modo automático? Mas ainda existem muitas pessoas que pegaram uma mochila e colocaram o pé na estrada. Afinal, às vezes o corpo pede para se jogar na vida.

Divulgação: Salt in our Hair – Travel

Hannah Spelt e Nick Noordijk, por exemplo, são um casal que resolveu transformar a diversão em trabalho. Desde 2016, eles se dedicam a explorar diversas partes do mundo e compartilhar suas experiências nas redes sociais. Fato que tomou tamanha proporção que foi necessário criar um site. E assim vivem em busca de aventuras e contam com o apoio de patrocinadores para ajudar com os custos das viagens.

Divulgação: Salt in our Hair – Travel

“Durante 15 anos eu aguentei a vida corporativa, mas sempre achei um absurdo passar o dia todo dentro de um escritório vendo a vida passar, sobrando apenas o sábado e o domingo para tentar desfrutar a vida. Todo esse questionamento aliado a coisas que acontecem dentro de todas as empresas, como puxação de saco, colegas de trabalho querendo prejudicar, injustiças, dentre outras coisas me fizeram chegar a conclusão que essa vida realmente era muito pequena para mim. Eu queria viver, e estar perto de pessoas grandes espiritualmente. Foi então que o anúncio da venda da empresa onde eu trabalhava há 3 anos foi o pontapé para dar início a um novo capítulo na vida”, afirmou, em entrevista ao Tim Mulher, a mochileira Flávia Claro, que atualmente gerencia uma operadora de tours no Pantanal.

A mochileira Flávia Claro no Pico das Agulhas Negras no Estado de Minas Gerais.

Mas quem acha que mochileiro é tudo igual está terrivelmente enganado. Há quem diga que existe os “Mochileiros Raiz” e os “Mochileiros Nutella”. Os primeiros priorizam sobretudo a economia, e por isso definem prioridades e realizam ações em prol desse objetivo. Alguns consideram, inclusive, trabalhar no local em troca de comida e estadia. Já no outro grupo a ideia é sim viajar e curtir os lugares, mas sem passar por “sufocos”. Não existe regra. O que existe é fazer aquilo que se sente mais confortável para o bolso e para seu estilo de vida.

Tecnologia a favor dos mochileiros

Divulgação: BlaBlaCar

A tecnologia é uma grande aliada quando o objetivo é viajar e gastar pouco. O aplicativo de caronas BlaBlaCar, por exemplo, existe desde 2015 e ajuda mochileiros de todo o mundo a se conectar com pessoas dispostas a compartilhar carona.

“Já fiz dois mochilões (Palmas/Jalapão) e (Salvador/Chapada) usando pesquisa pelas redes sociais. Instagram foi mais objetivo. Para locomoção nos locais o aplicativo Moovit. Que dá opção de ônibus e tempo de deslocamento. O Google Mapas para ajudar a saber os pontos de visitação. Estou organizando o terceiro (Mato Grosso/ Bonito) e usei o Hotel Urbano para passagem e hospedagem com desconto. E o quarto (Maranhão/Lençóis) ainda não decidi o deslocamento e estou pesquisando o roteiro pelo Instagram”, contou Margareth Mota, de 52 anos, corretora de imóveis.

O aplicativo possui um ótimo custo-benefício já que é bom para quem busca a carona e para aqueles que buscam dividir os custos do trajeto. Isto é, além de pegar a carona, é possível oferecê-la a outras pessoas. Mas será que é seguro? O aplicativo solicita aos caronas e motoristas o cadastro através do perfil do Facebook, que será analisado pela equipe do app. O aplicativo também reserva espaço para avaliar os usuários. Ou seja, é possível verificar através dos comentários se aquela pessoa é confiável. E eis uma ferramenta importante! Para ajudar as mulheres existe o símbolo “Só Para Elas”, que mostra as motoristas que somente dão carona para mulheres.

Para ser usuário – motorista ou carona – é preciso se cadastrar usando seu perfil pessoal do Facebook, que é analisado pela BlaBlaCar. Depois, conforme os usuários dão e pegam caronas, fazem comentários mútuos na plataforma, criando uma reputação que ajudará os futuros interessados a fazer suas escolhas. Quanto mais um viajante utiliza o serviço, mais passa a impressão de que você é confiável.

Vale ressaltar que a BlaBlaCar não provê nenhuma proteção, e seguros de carro sem a cláusula APP (Acidentes Pessoais de Passageiros) não cobrem despesas médicas dos ocupantes. O DPVAT, obrigatório, cobre, mas só até R$ 2700.

Pensando nisso, a Redação do Tim Mulher conversou com algumas pessoas a fim de conhecer um pouco mais dessas histórias. Quem sabe você não se inspira a se jogar em roteiros inesperados?!

Mas quais são os pontos essenciais para quem está pensando em embarcar nessa viagem? Nós te mostramos abaixo.

#1. Economia

Mochileiro que se preze precisa definir as prioridades da viagem. Claro que se você tem e quer gastar mais, tem todo o direito. No entanto, se a ideia é economizar, é preciso diferenciar o que realmente é importante para a sua viagem. Sejam os passeios, seja a alimentação, se você quer economizar, precisa se planejar e pesquisar muito antes de sair gastando todo o orçamento da viagem.

#2. Pesquisa é tudo!

Já falamos aqui que pesquisar é fundamental. Você deve se informar principalmente se o local a ser visitado está em alta ou baixa temporada. Isso sem dúvida faz toda a diferença com os gastos da viagem. Locais em alta temporada costumam ficar super lotados e com preços bem mais altos que os de costume.

#3. Por que reservar?

Reservar um destino antes faz parte do planejamento. As passagens compradas “em cima da hora” tendem a ser mais caras, sem contar que fica mais difícil encaixar no orçamento. Além disso, você tem mais liberdade para escolher o que está buscando.

#4. Dê espaço ao desconhecido

Se você vai viajar para um lugar desconhecido converse com as pessoas que moram no local, pesquise sobre o lugar. Além de ser mais seguro, o mochileiro pode ter a oportunidade de conhecer destinos fora de roteiros pré-definidos e passeios “gourmet”. Acredite, os lugares têm muito mais para nos ensinar do que as agências de viagens vendem.

E você, é do time Nutella ou Raiz? Não importa seu perfil, a ideia é aproveitar mais a vida, reunir os amigos e arrumar as malas para desvendar novos lugares.

O TIM Espaço Mulher traz todos os dias o melhor conteúdo para você se manter informada. Aqui, falamos sobre moda, beleza, amor, sexo, culinária, saúde e tudo o que passa na cabeça das mulheres.

TIM espaço mulher

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!