TIM espaço mulher

Whey Protein: saiba tudo sobre o suplemento queridinho do mundo fitness

whey protein
Publicado em março 29, 2017 pela Redação

Quem está entrando agora no mundo fitness sem entender muito do assunto dá de cara com duas palavras antes de qualquer coisa – talvez até antes e aprender o nome de algum exercício você vai ouvi-las: Whey Protein.

Há alguns anos já esse suplemento alimentar de proteína é o queridinho dos marombeiros, depois caiu nas graças dos frequentadores regulares de academia, das famosas, dos nutricionistas e agora ele está sendo indicado por médicos até para quem não frequenta academia nem malha regularmente, mas precisa complementar a alimentação por alguma deficiência ou para ajudar a ganhar massa muscular.

Quer saber mais sobre essa proteína tão queridinha que promete maravilhas? Nossa super nutricionista, a Dra Gabriela Cilla, responde!

O que é, afinal, o Whey Protein?

O whey protein é um suplemento composto em sua maior parte pela proteína extraída do soro do leite, além de carboidratos e gordura. O produto pode ser encontrado em formas como pó ou barrinhas. Existem diferentes composições do suplemento, que variam de acordo com a proporção de proteína, carboidratos e gordura. O whey protein concentrado, por exemplo, é o tipo que possui a maior quantidade de carboidrato e gordura, e cerca de 80% de sua fórmula é composta por proteína. Já o whey isolado tem 90% ou mais de proteína em sua composição. O tipo hidrolisado é mais refinado – ou seja, as proteínas são formadas por moléculas menores e, portanto, absorvidas mais rapidamente.

Para que serve?

A maior parte do whey protein é composta por uma proteína geralmente extraída do soro do leite (também há suplementos de proteína obtida pela soja ou carne) que retém apenas as moléculas menores do nutriente, o que acelera a sua absorção. Gordura e carboidrato completam a composição. Normalmente, o produto é consumido após uma atividade física de força – sabe-se que a proteína, independentemente da fonte, é essencial para regenerar o músculo após um exercício intenso, ajudando a aumentar a massa muscular.

Todo mundo pode tomar?

Ao fornecer muito mais benefícios do que se pode imaginar, o whey protein, proteína do soro do leite, não é indicado apenas para os praticantes de atividades físicas – crianças, idosos e gestantes também podem fazer uso desse suplemento alimentar. Isso porque possui uma alta concentração de nutrientes, como proteínas, carboidratos, cálcio, fósforo, selênio, magnésio, potássio, zinco, vitaminas B2 e B12, todos fundamentais para a manutenção da saúde humana. Desde então, o whey protein passou a ser integrado às dietas nutricionais, descobrindo-se mais tarde sua importância no crescimento e construção de tecidos como cabelo, pele, unha e músculo.

Qual o melhor horário para ingerir?

A proteína do soro do leite não é apenas um nutriente e sim um alimento completo, seu alto valor biológico atua nas funções corpóreas, por exemplo, reduzindo a pressão arterial e fortalecendo o sistema imunológico, porém em pequenas concentrações como duas vezes ao dia. A opção seria uma ingestão pela manhã, devido ao grande tempo em jejum e outra como pós treino para melhora do ganho de massa muscular.

Pode fazer mal?

Não existem malefícios sobre o whey, porém, pesquisas sobre os efeitos do uso prolongado do whey protein, e sabe-se que o suplemento é prejudicial em alguns casos. Uma dieta rica em proteína sobrecarrega o rim e pode lesionar o órgão de pessoas que têm doenças renais graves ou alterações nos rins que passam despercebidas. O problema é que o whey protein pode ser indicado, vendido, comprado e consumido por qualquer pessoa. Essa facilidade faz com que muitos indivíduos usem o suplemento sem saber se de fato precisam dele, qual a quantidade ideal para o seu organismo e se possuem condições de saúde para suportar essa sobrecarga de proteína.

Timespacomulher-Assinatura-DraGabrielaCilla

ÚLTIMAS NOTAS

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!